Social icons

Sejamos realistas: há tanta restrição em torno da alimentação e tanta teoria que por vezes nos questionamos do que será certo ou errado. Mas considerando que as pessoas têm organismos diferentes, fazem a digestão de forma diferente e por aí fora, faz todo o sentido que hajam também dietas e mecanismos de controle de peso diferentes.
Mas há certas regras que não têm de ser seguidas tão à risca assim. Porque, sejamos realistas, ninguém aguenta um regime alimentar com o qual não se sinta saciado/satisfeito durante muito tempo. O importante é irmos percebendo o que funciona ou não connosco e seguirmos algo que nos faça sentir bem.


E o que é certo é que há "regras" de restrição alimentar que não precisas de levar à letra:

1. Não tens que parar de comer às 7 da tarde
Eu não consigo. Não consigo ir dormir com fome e, infelizmente, é à noite que tenho mais fome (ou vontade de comer). Certo é que podes comer à noite, desde que faças boas escolhas. Dito pela nutricionista Jamie Mast à Women's Health: "uma caloria é uma caloria... se o total de calorias ingeridas for muito maior do que as calorias gastas, é normal que se ganhe peso seja que hora for." Basicamente, não importa quando comes. Importa sim o que comes, a quantidade de comida que ingeres e quanto exercício fazes.

2. Não tens de fazer 6 refeições durante o dia
Desde que comas as coisas certas, que comas de forma saudável, não comas porcarias o dia inteiro e não comas pouquíssimo ou demasiado, não importa a quantidade de refeições que fazes. Até porque a probabilidade de optares por comer doces ou salgados nos snacks que faças entre refeições (só para não ficar mais de 3 horas de comer) me parece muito maior. 

3. Não tens (obrigatoriamente) que tomar o pequeno-almoço todos os dias
A mim o pequeno-almoço sabe-me pela vida. Quem me tira as torradas de pão de centeio/integral/alfarroba/malte e a meia de leite de aveia/soja/arroz tira-me tudo. OK, não é assim tããão grave, porque às vezes eu própria tento combater as torradas com papas ou outra coisa mas, a não ser que acorde às 2 da tarde, não funciono sem tomar o pequeno-almoço. 
Mas há boas notícias para vocês, que preferem dormir que acordar cedo para tomar o pequeno-almoço ou mesmo aos que não conseguem comer pela manhã: um estudo recente no American Journal of Clinical Nutrition mostrou que tomar o pequeno-almoço em nada interfere com o peso. 

4. Não tens que comer tudo biológico ou orgânico
Difícil seria também. Mas felizmente ainda há coisas que podes consumir sem serem biológicas ou orgânicas. Vê aqui o que ainda podes consumir sem problema (e neste aspecto já dou graças a Deus por ter voltado da América, porque lá até um pãozinho ou uma maçã...).

5. Não tens de deixar de comer hidratos de carbono
Eu prefiro os bons hidratos de carbono e decidi arrumar as batatas e a massa: aí entra a batata doce e o arroz integral, couscous, quinoa. Confesso que não consigo deixar o pão, mas só como pão escuro. Na verdade, de acordo com um estudo recente, os Japoneses, que seguem uma alimentação rica em grãos, são o segundo povo com maior expectativa de vida no mundo. Será por isso que o sushi está tão na moda?

6. Não tens de fazer detox durante 3 dias ou durante 1 semana
Esta tem a sua piada. Fortes os que consegues e que a seguir se empanturram. Basta que sejas inteligente e cuidadoso na hora de comer, bebas água suficiente e faças algum exercício e podes evitar tal coisa. Claro é que, para pessoas como eu, que já têm o organismo habituado a pouca coisa e tudo saudável, as festas, os jantares ou tudo o que esteja fora dessa rotina já trazem aquela gordurinha indesejada de volta onde não pertence. Nada que umas quantas aulas de glúteos ou umas corridas não abatam, não é?

Um abraço apertinho para vocês que são saudáveis (ou pelo menos fingem ser).


4 comentários

  1. Gostei muito das dicas! Também tenho alterado a minha alimentação, no sentido de comer mais saudável, mas quando tens curiosidade sobre o assunto e pesquisas lês com cada aberração por aí... Enfim... É essencial saber onde pesquisar a informação e não querer alterar radicalmente a alimentação. Pelo menos no meu caso, vou adaptando e substituindo aos poucos alguns alimentos e noto que assim é muito mais fácil tornar um hábito. Mas também não consigo deixar o bendito do pão, ao pequeno-almoço então é essencial para mim :)
    Beijinhos*

    http://dearlipstickblog.blogspot.pt

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Querida Verónica, somos duas a não conseguir deixar o pão. Ao pequeno-almoço sabe-me pela vida, ainda que já só coma pão escuro! Em relação a "dicas" e dietas temos que tentar mesmo perceber o que funciona connosco e ir fazendo escolhas inteligentes porque radicalidades nunca as aguentamos muito tempo! Um beijinho e muita força *

      Eliminar
  2. Tenho que admitir que não sou de todo saudável mas que adoro este tipo de post's!

    Beijinhos, Hellen
    http://instantesimprovaveis.blogspot.pt/

    ResponderEliminar

‎Copyright © The Brunettes Tofu 2015. Com tecnologia do Blogger.

Instagram